Quality Assurance Vs Quality Control

Olá Pessoal,

Recentemente, em uma breve apresentação, busquei explicar minhas experiências com estes ‘tipos’ de profissionais de Qualidade de Software (QA e QC). Confira:

Quality Assurance (QA) x Quality Control (QC)Quality Assurance (QA) e Quality Control (QC). Você sabe a diferença?

Pergunta frequentemente realizada por testadores iniciantes e desenvolvedores que estão recém começando na área de #TestesDeSoftware. Apesar das atividades estarem muito relacionadas, é possível sim traçar uma diferença entre ambos perfis. No vídeo, Roger Ritter, instrutor da TargetTrust ilustra estas diferenças, confira!

Aprenda mais sobre Testes de Software na TargetTrust – http://goo.gl/o12c7j

Posted by TargetTrust on Segunda, 14 de setembro de 2015

Presença no Congresso de TI

Print

Estarei presente no Segundo Congresso de TI, com o tema: A importância da Qualidade no Desenvolvimento de um Software.

Entenda:

O que é o Congresso de TI?

O Congresso Online de Tecnologia da Informação (TI) é um evento totalmente online, voltado às pessoas que trabalham, estudam ou se interessam por TI e tem por objetivo contribuir com o máximo de pessoas através de conteúdos de qualidade. Surgiu do desejo dos organizadores ajudarem estudantes e profissionais de TI a entenderem mais sobre as tecnologias e as possibilidades de crescimento profissional, além da visualização das necessidades futuras do mercado. O objetivo é apoiar os profissionais e futuros profissionais de TI a alcançarem a tão sonhada carreira de sucesso em um espaço de tempo menor e com mais foco através da transmissão de conhecimento.

Continue reading

Planning Poker e Ideal Day: Técnicas de Abordagem de Estimativa Ágil

image001

Um projeto de software consiste de atividades realizadas por uma equipe de trabalho que atua em busca de um objetivo comum. Dentro desse processo, pode-se considerar que a atividade de estimar o esforço necessário para o desenvolvimento de um projeto é um elemento fundamental para o sucesso.

Dados mensuráveis relevantes desses fatores são oriundos da utilização de técnicas de estimativas sobre a métrica do tamanho de um projeto, e que podem ser as mais diversas variando desde analogias entre projetos e baseadas na experiência do desenvolvedor, até abordagens mais metódicas utilizando modelos matemáticos.

Continue reading

Kanban Scrum: Características de uma boa métrica em desenvolvimento de software

iamge1
Os métodos ágeis de desenvolvimento de software promovem um processo empírico, esta forma de se desenvolver exige um ciclo de constante inspeção, adaptação e melhoria. Encontrar maneiras eficazes de se avaliar o processo e uma equipe não é uma tarefa trivial, e muitas vezes leva a uma crença que se cada parte do processo for otimizada, o resultado também será. O que nem sempre é uma verdade.

A preocupação com medidas erradas pode gerar incentivos errados, levando a consequências indesejáveis. GILGUN (1992) diz que as pessoas se comportam de acordo com a forma com que estão sendo medidas: “Diga-me como serei avaliado e eu lhe direi como me comportarei”.

Continue reading

Scrum e Planning Poker: Análise de estimativa de software

image001 (1)

A atividade de determinar o esforço para o desenvolvimento de um projeto é um elemento fundamental para obter um bom resultado. O esforço abrange diversos fatores como o cronograma, o custo e os recursos humanos do projeto, desta forma, estimar e planejar estão correlacionados e são atividades críticas em todas as abordagens de desenvolvimento de software.

O Scrum, como uma destas abordagens, é um framework que Schwaber (2013) afirma empregar outros processos e técnicas de acordo com a necessidade de uma equipe. Dentre os processos e técnicas que se pode empregar no framework, Boeg (2012) destaca o Kanban, que tem se tornado um complemento dos métodos ágeis como o Scrum e XP. Destacando também, uma técnica de estimativa de tamanho voltada as metodologias ágeis de desenvolvimento de software, denominada de Planning Poker. Que conforme Grenning (2002) e Cohn (2013), é uma técnica utilizada para determinar o tamanho de um software permitindo a interação entre membros de uma equipe.

Continue reading

A importância dos testes não funcionais.

Qualidade_Software1

Muitas vezes nos preocupamos tanto com os Testes Funcionais (principalmente quem faz uso de metodologias ágeis) que não reservamos tempo para testes não funcionais como testes de segurança, de desempenho, de usabilidade entre outros.

Foi exatamente isto que muitas pessoas pensaram quando viram o ‘escândalo’ causado por Marco Agner através das suas descobertas de falhas no site ingressos.com.

Em seu blog ele publicou em 03 de maio de 2014, falhas de segurança no site do serviço prestado pela empresa Ingressos.com caracterizando como falhas críticas por dois motivos:

  • Expõem informações de clientes;
  • Coloca em risco o principal serviço oferecido;

Continue reading

O que é Planning Onion?

Planning-Onion-en-2

Muitos gerentes de projetos ainda se perguntam o que irá mudar quando começarem a utilizar o framework Scrum ou o framework Kanban ou Scrum com Kanban, ‘como assim não haverá documentação?’ ou ‘Qual é o tempo ideal para planejar um projeto de software?‘.

Estas são algumas das perguntas mais frequentes quando cogita-se em fazer alguma migração de metodologia de desenvolvimento. Mas como já diziam alguns dos professores que tive:

– Tá difícil, complicado? Método Jack resolve, é só dividir em partes! (Neste caso, em anéis!)

Planning Onion

 

Segundo Fábio Cruz (2014), o Planning Onion ou PO é um termo inglês que teve origem a partir da cebola como base em seus anéis, ou camadas. Representando os diferentes níveis de planejamento que deve-se realizar em projetos de software.

Continue reading

Teste de Software em Ti Interna

Teste de Software em TI Interna

Teste de Software em TI Interna. Fonte: diretriz.net

A importância da área de qualidade de software deve ser considerada por todos que desenvolvem, analisam ou gerenciam projetos de software. Claro, ainda existem alguns profissionais que podem ter dúvidas referente a importância desta área, para estes, recomendo a leitura de A importância dos Testes não Funcionais (e lembre-se que o Teste não Funcional, é somente uma fatia do bolo).

A área de qualidade de software geralmente tem mais ênfase em software houses, pois este tipo de segmento produz softwares de prateleira, ou seja, o mesmo software utilizado por vários clientes. E com isto, fundamenta-se da qualidade para vender mais.

Software houses, também investem mais em qualidade de software que uma fábrica de software interna, pois se o produto não cumprir os requisitos que promete ou apresentar falhas, seu cliente terá a impressão de um produto sem qualidade ou com defeito comprometendo a sua fidelidade como cliente, que tende a troca-lo assim que ofertarem um produto mais robusto e barato. Diferente da qualidade de software em fábricas internas de desenvolvimento (Ti interna). Ou seja, empresas ou instituições que possuem fábrica de software de forma a desenvolver produtos para serem utilizados internamente e não para um cliente externo. Quem já trabalhou em ambas (software house e ti interna) provavelmente percebeu um impacto negativo na qualidade de software. Certo?

(comment)

Continue reading