Kanban Scrum: Características de uma boa métrica em desenvolvimento de software

iamge1
Os métodos ágeis de desenvolvimento de software promovem um processo empírico, esta forma de se desenvolver exige um ciclo de constante inspeção, adaptação e melhoria. Encontrar maneiras eficazes de se avaliar o processo e uma equipe não é uma tarefa trivial, e muitas vezes leva a uma crença que se cada parte do processo for otimizada, o resultado também será. O que nem sempre é uma verdade.

A preocupação com medidas erradas pode gerar incentivos errados, levando a consequências indesejáveis. GILGUN (1992) diz que as pessoas se comportam de acordo com a forma com que estão sendo medidas: “Diga-me como serei avaliado e eu lhe direi como me comportarei”.

Continue reading

Scrum e Planning Poker: Análise de estimativa de software

image001 (1)

A atividade de determinar o esforço para o desenvolvimento de um projeto é um elemento fundamental para obter um bom resultado. O esforço abrange diversos fatores como o cronograma, o custo e os recursos humanos do projeto, desta forma, estimar e planejar estão correlacionados e são atividades críticas em todas as abordagens de desenvolvimento de software.

O Scrum, como uma destas abordagens, é um framework que Schwaber (2013) afirma empregar outros processos e técnicas de acordo com a necessidade de uma equipe. Dentre os processos e técnicas que se pode empregar no framework, Boeg (2012) destaca o Kanban, que tem se tornado um complemento dos métodos ágeis como o Scrum e XP. Destacando também, uma técnica de estimativa de tamanho voltada as metodologias ágeis de desenvolvimento de software, denominada de Planning Poker. Que conforme Grenning (2002) e Cohn (2013), é uma técnica utilizada para determinar o tamanho de um software permitindo a interação entre membros de uma equipe.

Continue reading